maio 15 2016 2Comments

Os Benefícios da Acupuntura

Desde a sua origem na China há mais de 2.500 anos atrás, a acupuntura tem sido tradicionalmente usada para prevenir, diagnosticar e tratar doenças, bem como para melhorar a saúde em geral.

O objetivo da técnica é promover e restaurar o equilíbrio de energia, tratar o individuo como um todo e pode se estender a uma ampla variedade de condições.

Quando estamos saudáveis, uma fonte abundante de qi (energia vital), flui através dos meridianos do corpo. Se este fluxo torna-se bloqueado ou o suprimento de qi for inadequado, o corpo não consegue manter a harmonia e equilíbrio e a doença se instala.

Estresse, excesso de trabalho, má alimentação, fatores patogênicos, mudanças no clima e estilo de vida irregular podem ser as principais causas para este desequilíbrio acontecer.

O tratamento envolve a inserção de finas agulhas estéreis em locais específicos (pontos de acupuntura) ao longo dos meridianos do corpo para restaurar os bloqueios de energia e incentivar o fluxo normal de qi através do indivíduo. O terapeuta pode também estimular os pontos usando outros métodos, incluindo moxabustão, ventosas, laser, eletro-estimulação e massagem, a fim de restabelecer o fluxo de qi.

Embora o tratamento hoje seja indicado somente para dores articulares ou para relaxamento, a acupuntura pode ser utilizada para muitos casos como distúrbios emocionais (ansiedade, depressão), problemas digestivos (náusea, vômitos) , síndromes de dor devido a uma lesão ou associadas a doenças degenerativas (como a artrite reumatoide), distúrbios neurológicos (enxaqueca, Parkinson, AVC) , doenças respiratórias, ginecológicas ou infertilidade.

A primeira visita ao acupunturista envolve uma avaliação sobre o histórico de saúde e questões relacionadas ao funcionamento intestinal, sono, alimentação e alguns aspectos que muitas vezes possam não ter relação direta com a queixa principal. O terapeuta pode pedir para examinar língua e pulso para verificar condição de órgãos e vísceras, que são fundamentais para determinar o fluxo de energia no momento.

Após a avaliação, o cliente é posicionado e as agulhas são colocadas em locais muito específicos. Após a inserção, pode-se sentir uma sensação aguda ou ardor momentâneo (choque, amortecimento, aumento de calor); No entanto, muitos relatam que não sentem a maioria das inserções.

A profundidade a que as agulhas são inseridas de acupuntura varia de acordo com o tratamento e o terapeuta; no entanto, agulhas nunca devem ser posicionadas a uma profundidade suficiente para perfurar órgãos (exceto a pele). As agulhas são normalmente deixadas no local durante cinco a vinte minutos, geralmente não mais de 60 minutos, e, em seguida, removidas. Na sequência de um tratamento de acupuntura, o terapeuta geralmente reavalia o cliente e muitas vezes dão sugestões para cuidados em casa. A sugestão de uso de suplementar com ervas chinesas para melhorar a continuidade do equilíbrio energético é comum. Os sintomas agudos podem exigir apenas 2 a 4 atendimentos; enquanto que para os casos crônicos, é comum ter até 12 ou mais atendimentos, geralmente ao longo de um curso de 8 a 10 semanas. Visitas mensais regulares podem ser sugeridas como medidas preventivas para diminuir o estresse, aumento da imunidade e para o bem estar geral.

2 comments

  1. Parabéns pela excelente matéria!

    Responder
    1. Vamos ter mais matérias como essa sempre por aqui!

      Responder

Write a Reply or Comment